Apresentação

A área de música da UFPB tem se destacado pela importância de seu intenso movimento, cuja repercussão social reverbera em todo o estado da Paraíba. Um movimento com inúmeras facetas, abrangendo diferentes gêneros e estilos musicais, que engloba desde a música popular à música de concerto; da música antiga à linguagem contemporânea. Fruto da competência e do talento de nossos docentes, dos nossos técnicos músicos/instrumentistas, como também de nosso brilhante corpo estudantil.

De fato, a comunidade universitária tem sido brindada com apresentações quase diárias na Sala de Concertos Radegundis Feitosa. Seja de nossos professores, dos diversos grupos musicais vinculados à UFPB, dos alunos, da Orquestra Sinfônica, como também de artistas convidados. Temos tido o prazer de assistir a espetáculos dignos das mais importantes salas de concerto do país, fato que muito nos orgulha e que nos move pela sensibilidade e qualidade artística apresentada.

É na certeza da riqueza deste movimento cultural que temos o prazer de apresentar a terceira edição do Festival Internacional de Música de Câmara promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Música da UFPB. Ao longo de nossa gestão à frente da UFPB temos envidado os esforços necessários para estruturar a área de artes, valorizando a vocação do estado da Paraíba para as mais diversas formas de expressão artística: seja da música, das artes cênicas ou artes visuais. É, portanto, que, imbuídos deste espírito, estamos trabalhando arduamente a fim de entregar a merecida estrutura da nova escola de música da UFPB, com laboratórios e equipamentos de ponta - apesar de toda a restrição orçamentária que o país enfrenta - a fim de estimular ainda mais a produção científica e artística desta área tão nobre de nossa Universidade, levando-a a patamares ainda mais altos de excelência acadêmica e artística.

O apoio a este tipo de evento faz parte do plano institucional de gestão, que inclui a estruturação dos Departamentos e Laboratórios, a fim de fomentar a produção científica e artística, com vistas a contribuir para o desenvolvimento social de nossa região, ao mesmo tempo em que trabalhamos para expandir o impacto dessa atuação, dentro do projeto mais amplo de internacionalização da UFPB.

Cientes da importância de um evento desta natureza para o enriquecimento da vida cultural de nossa região, a Reitoria da UFPB ratifica o apoio à realização do 3º Festival Internacional de Música PPGM-UFPB. É neste sentido que louvamos e parabenizamos a iniciativa, desejando muito sucesso e vida longa ao Festival.



Profa. Dra. Margareth de Fátima Formiga Melo Diniz
Reitora da Universidade Federal da Paraíba


O Festival Internacional de Música de Câmara do PPGM-UFPB tem se consolidado como um dos mais importantes eventos artístico-culturais da Paraíba e do Brasil e traz como peculiaridade o diálogo entre música e outras modalidades artísticas, estabelecendo importantes interfaces entre autores e atores brasileiros e estrangeiros, seus diversos modos de criar, pensar e performar. 

Para além de uma atividade artística, o Festival Internacional de Música de Câmara se estabelece como um espaço aberto e gratuito para a prática da cidadania e do diálogo político-cultural entre artistas, acadêmicos e demais grupos da sociedade civil, tomando como base o conceito tripartite de performance o qual envolve a interação entre criador, criação e audiência. Tais diálogos acontecem através de atividades como masterclasses, aulas, ensaios e oficinas, cujo objetivo maior está na troca de conhecimentos entre músicos renomados e estudantes dos diversos níveis de formação: graduandos, mestrandos e doutorandos. Além disso, os concertos, sempre de altíssimo nível, realizados durante o festival, criam a oportunidade de execução de obras do repertório erudito tradicional, de obras raras, de estreias e de divulgação da produção de compositores contemporâneos nacionais e internacionais. 

A exemplo de outros festivais já consolidados no Brasil, que movimentam a cena musical de cidades como Campos de Jordão, Curitiba, Londrina, Poços de Caldas, entre outras, o Festival Internacional de Música de Câmara do PPGM-UFPB já se configura como patrimônio artístico e simbólico que movimenta e fortalece a cena musical de João Pessoa.  
 



Profa. Dra. Eurides Santos
Coordenadora do PPGM


É com imensa satisfação que apresentamos a 3ª edição do Festival Internacional de Música de Câmara PPGM-UFPB. Um evento que nasceu a partir da vocação de uma área de música da UFPB, que em 2018 completou 40 anos de atuação na formação de instrumentistas e que alicerçou a criação do Programa de Pós-Graduação em Música em 2004. Desde então, o PPGM tem recebido convidados de diversas instituições do país e do exterior, que se apresentam ao lado dos docentes da UFPB. Propiciando momentos de intenso fazer artístico, ao mesmo tempo em que enriquece a vida artístico-cultural do Programa, da nossa Universidade e da cidade de João Pessoa.
            
Eventos desta natureza se constituem em atividade essencial para a experiência artística dos discentes, ao mesmo tempo em que brinda a comunidade com uma rica programação artística, uma vez que os concertos são inteiramente abertos e gratuitos. Além disso, estas atividades são complementadas com a realização de masterclasses, palestras, lançamentos de livros, CDs e DVDs, fazendo valer os preceitos do PPGM, que tem sua doutrina pautada no desenvolvimento da excelência artística aliada ao rigor científico. 


Em sua primeira edição, o Festival Internacional de Música de Câmara PPGM-UFPB estabeleceu uma interação com as artes visuais, homenageando seis artistas plásticos atuantes em nosso estado. Em 2018 o Festival propôs um diálogo com a Literatura, com a presença e participação de notáveis escritores da Paraíba, que se expressaram a cada noite do evento. Já em 2019, em celebração aos 15 anos de fundação do Programa de Pós-Graduação em Música da UFPB, o Festival interage com o cinema, através de uma mostra defilmes realizados no Nordeste, notadamente aqueles produzidos na Paraíba. É este, pois, o papel deste Festival, no qual a arte alimenta outras formas de expressão artística em suas mais variadas linguagens, nuances e vertentes. 
    
Felipe Avellar de Aquino - violoncelista (UFPB)
Coordenador Artístico do Festival


If anyone had told me last year I would be playing with the Berlin Philharmonic, I could have not believed an amazing opportunity like that was on its way! And yet, I did in May, 2019. It is this spirit of openness to opportunities, artistic integrity and a thirst for knowledge that connects me to my Brazilian colleagues, and the attitude that you never know where a musical life might lead you –  it’s a calling and passion that permeates all areas of your Life. Therefore, it is a particular honor to be co- director of the 3rd International Music Festival along with my greatly admired friend and colleague , Professor Felipe Avellar de Aquino and international colleagues, as we continue this shared openness and the wonders of connecting people from all different parts of this planet. I witnessed and was part of the inaugural Festival in 2017, which brought together international artists with a shared vision –  to present high caliber chamber music concerts and to mentor the talent of emerging artists in João Pessoa. I’m looking forward to meeting new colleagues and to be a part of a new, important and emerging festival in the Paraíba region! 
See you in August !
 
 
Se no ano passado alguém me falasse que eu estaria tocando com a Orquestra Filarmônica de Berlim,minha reação seria de incredulidade e que tamanha oportunidade se apresentava! Contudo, acabei tocando nesta orquestra agora em maio de 2019. É esse espírito de abertura para novas oportunidades, integridade artística, e uma sede de conhecimento que me conecta a meus colegas brasileiros. Além disso, a atitude de quem nunca sabe onde a vida musical pode te levar –  é um chamado e uma paixão que permeia todas as áreas de sua vida. Portanto, é uma honra especial dividir a direção artística do 3º Festival Internacional de Música de Câmara junto com meu amigo e colega muito admirado, Professor Felipe Avellar de Aquino – como também com os colegas brasileiros e internacionais – enquanto continuamos esse compartilhamento de oportunidades, além do maravilhoso processo de conectar pessoas de partes diferentes deste planeta. Eu, particularmente, testemunhei o nascimento deste Festival, enquanto convidada para a edição inaugural de 2017, que reuniu artistas brasileiros e internacionais com uma visão em comum: apresentar concertos de música de câmara do mais alto nível e orientar o talento de jovens artistas em João Pessoa. Desta forma, estou na expectativa para conhecer novos colegas e fazer parte de mais uma edição deste festival, tão importante e em franca expansão, que se realiza no estado da Paraíba! 
Nos vemos todos em agosto!


Kate Hamilton - Violista
Professora da University of Nevada, Las Vegas - EUA
Co-Direção Artística do Festival